Adidas: do Desporto ao Streetwear – Bstrong

Adidas: do Desporto ao Streetwear

É verdade que já falamos de imensos modelos da Adidas, desde Stan Smith até Gazelle, mas ainda não partilhamos com vocês a história desta grande marca.  
Quem criou? Como começou? Onde começou? Como se tornou uma marca de excelência? 
A História da Adidas começou logo após a Primeira Guerra Mundial, quando Adolf Dassler desenvolveu umas sapatilhas de pano para atletas. Hoje, a empresa de “três riscas", é a segunda maior do mundo em vendas de artigos desportivos. 
Viajemos atrás no tempo e conheçamos um pouco mais sobre a Adidas e os modelos que influenciaram o streetwear de hoje. Continuem a ler!

Adidas-TShirt-marca
Fotografia de Camilla de Carvalho, em Unsplash 

O início de uma marca lendária 

Inauguremos este artigo, referindo que a Adidas foi fundada em 1924 na Alemanha por dois irmãos - Adolf e Rudolf Dassler. 
Primeiramente, a empresa designava-se como “Calçado Dassler”, mas mais tarde tornou-se "Adidas".  
Esta marca veio a crescer bastante, dado o facto de os seus artigos desportivos serem vistos nas Olimpíadas. Contudo, em 1948, Rudolf Dassler, deixa esta empresa para começar uma outra a solo, empresa agora conhecida como Puma. Tendo em conta que os irmãos seguiram o mesmo rumo, mas separados, o nome da marca muda para Adidas (Adi - nome do criador + Das – iniciais do sobrenome).  
Um facto bastante interessante é que as 3 listras que representam a Adidas, foram criadas para manter estabilidade no pé, e hoje em dia simbolizam bastante a moda streetwear. 

Adidas-original-logotipo

Fotografia de Christian Wiediger, em Unsplash

O famoso logótipo Trevo 

No final da década de 60 início da década de 70, começaram a haver problemas com a falsificação da marca registrada, o que fez com que Adi Dassler desenvolve-se um novo logótipo. Em 1972, nasceu o famoso Trefoil (três folhas), agora imagem oficial da marca, estando apresentada em todo o seu vestuário.  

Percurso de Adolf Dassler   

Adolf Dassler, mais conhecido como Adi, tinha apenas 20 anos, quando desenvolveu em 1920, com os poucos materiais disponíveis, sapatilhas de pano especiais para atletas, levado pela ideia que o guiou durante todo o seu percurso de vida: cada atleta deve ter um calçado adequado ao desporto que pratica.  
O sucesso deste primeiro modelo a ser lançado, serviu de incentivo para Adi Dassler, que logo a seguir desenvolveu outros sneakers para outras disciplinas do atletismo, como calçado para futebolistas. 
Em 1928 os desportistas alemães disputaram a Olimpíada de Amsterdão calçando sneakers especiais da oficina Dassler, que nunca se cansou, até ao ano da sua morte em 1978, de procurar pelo modelo perfeito, traduzindo-se em 700 patentes e modelos registados em todo o mundo.  
Nos anos 30, Dassler produzia 30 modelos para 11 desportos diferentes, com a ajuda de 100 colaboradores, mas a verdade é que começou com apenas 47. 
Entre os atletas que conquistaram títulos equipados com as sapatilhas desenvolvidas por ele, estava o norte-americano Jesse Owens, que arrasou na Olimpíada em 1936, com quatro medalhas de ouro. 
Com a morte de Adi Dassler, aos 78 anos, a sua esposa passou a dirigir a empresa. Passado seis anos, a mesma faleceu e o seu filho Horst Dassler toma conta da empresa, e três anos depois, com 51 anos, Horst morre. Sendo assim, as filhas de Dassler deixaram a empresa, o que veio a causar um prejuízo recorde em 1992, sendo que a empresa ficou perto da falência.  

Robert Louis-Dreyfus 

Robert Louis-Dreyfus, o novo CEO da Adidas, fez com que um trabalho quase impossível parecesse fácil. Robert, juntamente com o seu companheiro Christian Tourres, entenderam que a quase falida marca não precisava de ser reinventada, simplesmente precisava de um novo rumo. Ele transformou a Adidas numa empresa orientada para o marketing e conduziu a marca de volta ao caminho do crescimento.

Adidas X Run-DMC  

A Adidas deu um passo determinante na cultura urbana ao promover o primeiro contrato da História com uma entidade/personalidade que não diretamente ligada ao desporto. O trio de rap Run-DMC mereceu este privilégio depois de rimar acerca do seu amor pelas Adidas Superstar no hit de 1986 “ My Adidas” e ao fazer com que toda a plateia de um concerto em Madison Square Garden, nesse mesmo ano, adquirisse o seu próprio par de Adidas. Sendo assim, a empresa passa de produzir somente sneakers para desporto, e passa, também, a produzir sneakers para streetwear.  
Dado o facto de este grupo ter comunicado na perfeição este modelo da Adidas, a marca lançou em 2020, face aos 50 anos do modelo Superstar, uma coleção de homenagem ao lendário grupo de hip-hop que marcou a cultura e a música. 
Para além dos Run-DMC, a Adidas teve parcerias com muitos outros famosos como o Stan Smith, Kevin Garnett, Tracy MacGrady (TMAC), Missy Elliot, entre muitos outros. 

Adidas X Reebok 

Poucos são os que sabem que, em 2006, a Adidas adquiriu a Reebok reunindo, assim, as duas marcas mais respeitadas e conhecidas do mundo, no setor de artigos desportivos. 
No entanto, ambas as marcas, aperceberam-se recentemente, após uma consideração cuidadosa, que a Reebok e a Adidas desenvolver-se-iam melhor independentemente. 

sapatilhas-adidas-conforto

Fotografia de Om Kamath, em Unsplash

Time-Line 

1931 - Introdução dos primeiros calçados para a prática do ténis;  
1950 - Introdução de uma chuteira versátil, SAMBA. Este modelo Adidas foi criado para proporcionar uma melhor tração no gelo, na neve e em terreno mais escorregadio; 
1952 - Introdução das primeiras malas desportivas; 
1963 - Início da produção de bolas de futebol; 
1967 - Introdução da primeira linha de roupas desportivas com as três riscas; 
1968 - Lançamento dos Adidas Gazelle, o ténis que, ainda nos dias de hoje, é um dos maiores sucessos da marca; 
1972 Chinelo Adilette é introduzido no mercado 
1982 - Lançamento da Copa Mundial, a chuteira mais vendida de todos os tempos; 
1984 - Lançamento das Marathon Training; 
1988 - Lançamento do revolucionário sistema Torsion, utilizado ainda hoje na produção de muitos modelos de sneakers; 
2001 - Lançamento da coleção Adidas Originals, que contem casacos, sneakers, mochilas e bolsas;  

2021 Um ano de mudanças 

Este ano marca o lançamento do próximo ciclo estratégico de cinco anos da Adidas. “Own the Game” coloca o consumidor claramente no centro de tudo, reconhecendo o papel que ele desempenha na definição das tendências do setor: esforçam-se para viver uma vida ativa e saudável, desejam combinar desporto e estilo de vida, são digitais e sustentáveis. 
A "Own The Game" vai capturar essas oportunidades direcionadas ao consumidor e criar novas oportunidades para o seu benefício. 
 
 
A Adidas é uma marca de artigos desportivos que tem muito que se lhe diga, e aqui referimo-nos não só ao conforto/estabilidade das suas sapatilhas, como também à criatividade que passam para cada artigo e o design simplista do têxtil.  
Depois de saberem um pouco mais sobre este grande ícone, queremos saber qual o artigo Adidas que têm e não se conseguem desfazer dele por nada! Partilhem connosco, através do handle @_bstrong.pt_ 
Mantenham-se a salvo! ☺️